Notícias

Estados Unidos prevê crescimento do seu rebanho leiteiro

01, junho, 2015

Apesar de os números de vacas leiteiras terem declinado em março, o rebanho leiteiro deverá crescer na segunda metade de 2015 devido às expectativas de preços relativamente baixos dos alimentos animais e maiores preços do leite, de acordo com o último relatório de previsões do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Entretanto, os números de vacas leiteiras para 2015 deverão ser menores do que o previsto no mês passado, ficando em média em 9,305 milhões de cabeças.

Com uma produção por vaca menor do que o esperado para o primeiro trimestre e a atual situação de seca em algumas áreas ocidentais, a previsão de produção de leite por vaca em 2015 caiu para 10.165 quilos. A produção para 2015 foi prevista em 94,62 bilhões de quilos, 635,03 milhões de quilos a menos do que o previsto no mês passado, mas 1,3% a mais que em 2014.

Com base nos dados de março, foram feitas mudanças nas previsões de comércio de lácteos para 2015, especialmente para exportações com base em sólidos desnatados. As previsões de exportações comercias para 2015 aumentaram com relação às previsões do mês passado, para 4,90 bilhões de quilos com base na gordura do leite (45,35 milhões de quilos a mais) e 17,15 bilhões de quilos com base nos sólidos do leite (589,66 milhões de quilos a mais). Com o embargo da Rússia às importações de produtos lácteos de certos países devendo terminar em agosto, as exportações na segunda metade do ano deverão exceder aquelas da primeira metade. As previsões de importações para 2015 aumentaram com relação ao mês passado, para 2,18 bilhões de quilos com base na gordura do leite e 2,59 bilhões de quilos com base nos sólidos do leite (90,7 milhões a mais).

Com a menor produção de leite e as maiores previsões de exportação, as previsões de 2015 para uso comercial e estoques finais foram reduzidas. As previsões de desaparecimento comercial doméstico foram reduzidas para 91,40 bilhões de quilos com base na gordura do leite e 79,92 bilhões de quilos com base nos sólidos do leite (907,18 milhões de quilos a menos). As previsões para estoques finais em 2015 foram de 5,13 bilhões de quilos com base na gordura do leite e 5,67 bilhões de quilos com base nos sólidos desnatados (181,43 milhões de quilos a menos).

As previsões para os preços dos lácteos em 2015 foram ajustadas com relação às previsões do mês passado para refletir as mudanças recentes nos preços e distribuições, bem como às mudanças esperadas na demanda. A previsão para o preço do leite (preço médio incluindo todos os tipos de leite) para 2015 foi de US$ 37,70-US$ 38,80 por 100 quilos.

Fonte: Selectus 4689, 01/06/2015, USDA

Voltar

ABIQ Associação Brasileira das Industrias de Queijo

Praça Dom José Gaspar, Nº 30, 10º andar
01047-901 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348