Notícias

CNC projeta crescimento de 5,8% no volume de vendas para o varejo em 2019

12, março, 2019

Um estudo divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostra que o saldo entre aberturas e fechamentos de loja com vínculos empregatícios no varejo brasileiro fechou 2018 de forma positiva, com +8,1 mil novas unidades. Esse resultado interrompeu uma sequencia de 3 anos no vermelho de 2015 a 2017 o número do fechamento líquido foi de 223 mil estabelecimentos por conta da recessão.
Os segmentos que mais se destacaram positivamente em números absolutos foram:
  • Hiper e supermercados: Crescimento de 4.510 unidades
  • Lojas de utilidades domésticas e eletroeletrônicos: 1.747
  • Drogarias, farmácias e lojas de cosméticos: 1.439
Fora os segmentos de móveis, eletrodomésticos e de material de construção, os demais ramos abriram mais pontos de venda do que fecharam no ano passado.
 
Em 15 das 27 unidades da Federação foram registradas mais aberturas do que fechamentos, se destacando os estados de São Paulo (+3.883), Santa Catarina (+1.776) e Minas Gerais (+940).
 
O executivo Fábio Bentes, economista-chefe da Confederação, diz que a inflação abaixo da meta, a redução dos juros ao consumidor, a reação do mercado de trabalho e até mesmo a disponibilização de recursos como saques da conta do PIS/PASEP criaram ao longo de 2018 condições mínimas para a expansão do consumo e, consequentemente, para o aumento real das vendas do setor. A recuperação gradual da confiança dos consumidores também permitiu a boa performance dos segmentos mais dependentes das condições de vendas a prazo.
 
A crise foi longa, mas o varejo pode crescer esse ano. A última crise econômica teve início para o varejo em 2014 quando, segundo o IBGE, as vendas encolheram 1,7% em relação a 2013. Nos dois anos seguintes, o comércio apurou perdas reais de faturamento de 8,6% e 8,7%, respectivamente. Desse modo, entre 2014 e 2016, o volume de vendas do varejo acumulou retração de 20% em termos de volumes de venda.
 

Para 2019, a CNC projeta crescimento de 5,8% no volume de vendas do varejo, a expectativa da entidade é que até o fim deste ano, aproximadamente 23,3 mil novos estabelecimentos com vínculos empregatícios sejam abertos. Se confirmada essa expectativa, 2019 apresentará o maior saldo de abertura de lojas desde 2013.

Fonte: New Trade

Voltar

ABIQ Associação Brasileira das Industrias de Queijo

Praça Dom José Gaspar, Nº 30, 10º andar
01047-901 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348