Notícias

Argentina pagará subsídios para estimular produção de leite

15, fevereiro, 2008

Os produtores receberão um subsídio estatal cuja magnitude será determinada em função da quantidade de litros de leite produzidos nos meses de fevereiro, março e abril.

Os produtores receberão um subsídio estatal cuja magnitude será determinada em função da quantidade de litros de leite produzidos nos meses de fevereiro, março e abril. Quanto maior a produção, maior será o valor a ser recebido. Essa foi a determinação do ministro da Economia, Martín Lousteau, mediante uma resolução que foi publicada ontem no Diário Oficial. Segundo explicaram fontes do Palácio da Fazenda ao Clarín, "as compensações serão proporcionalmente maiores para os produtores de menor tamanho, que contam com uma menor escala de produção". O esquema de "aportes não reintegráveis" prevê o seguinte: para os produtores cuja média diária (nos meses de referência) não tenha superado os 5.000 litros diários, o aporte será de $ 0,07 por cada litro de leite fluido sem processamento. Para uma produção diária maior que 5.000 litros porém abaixo de 10.000, o subsídio será de $ 0,07 para os primeiros 5.000 litros de leite fluido sem processamento e $ 0,03 para os demais. Finalmente os produtores que produzirem média, acima dos 10.000 litros diários, receberão $ 0,07 por cada litro até 5.000 litros diários, $ 0,03 por cada litro entre 5.000 e 10.000, e $ 0,01 pelos demais. Segundo o diagnóstico do Palácio de Fazenda, "está sendo revertida a tendência à queda na produção de leite, o que permite garantir completamente o abastecimento do mercado doméstico, apesar da seca que castiga parte da província de Buenos Aires".
Fonte: Selectus 2926, 15/02/2008, Clarín , Tradução: www.terraviva.com.br

Voltar

ABIQ Associação Brasileira das Industrias de Queijo

Praça Dom José Gaspar, Nº 30, 10º andar
01047-901 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348