Notícias

Produtores em várias regiões se mobilizam contra queda de preço

17, setembro, 2008

Produtores rurais da região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais, protestaram nesta terça, dia 16, contra o baixo preço recebido pelo litro de leite.

Produtores rurais da região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais, protestaram nesta terça, dia 16, contra o baixo preço recebido pelo litro de leite. Eles entregarão mais de 200 vacas leiteiras para abate pela manhã no Frigorífico Luciana, no Distrito Cruzeiro dos Peixotos, em Uberlândia (MG). O movimento organizado pelo Núcleo dos Sindicatos Rurais do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba reivindica medidas que garantam a ampliação da demanda doméstica de leite e das exportações. Segundo as lideranças, o aumento da oferta sem o crescimento proporcional da demanda interna gerou excedentes de produção. Caso o excesso de leite não seja escoado, a falta de renda inviabilizará a produção brasileira, com danos irreversíveis aos produtores. De acordo com os dados do Centro de Pesquisa Econômicas Avançadas da Universidade de São Paulo (Cepea/USP), os preços pagos aos produtores pelo leite vendido em agosto de 2008 estão 15% menores em relação ao mesmo mês do ano passado. Nos últimos 12 meses, segundo a Embrapa Gado de Leite, os custos de produção tiveram alta de 24,4%, provocados principalmente pela elevação dos preços do sal mineral (95,5%) e da ração balanceada (34,6%) no mesmo período. (Fonte: Selectus 3075, 17/09/2008, Paraná Online) Em Roraima cerca de 70 lideranças de produtores leiteiros se reuniram ontem em Ji-Paraná, depois de oito dias de paralisação, para discutir os rumos da greve. Durante a assembléia, eles decidiram manter a paralisação por tempo indeterminado. “Nós entramos em greve com o objetivo de valorizar a produção e vamos parar quando atingirmos o objetivo”, disse a secretária de Políticas Agrícolas e Meio Ambiente da Federação de Trabalhadores na Agricultura (Fetagro), Creonice Vilarim. O setor protesta contra a queda nos preços pagos aos produtores, que eles consideram abusivas. Os produtores de leite de Rondônia, na região norte, suspenderam, na última semana, a entrega do produto aos laticínios por tempo indeterminado. A medida é para pressionar as empresas a aumentar o preço de R$ 0,38 para R$ 0,58 o litro, valor do custo de produção. No Paraná, a situação não é diferente, já que o custo gira em torno de R$ 0,65 e os produtores não estão recebendo mais de R$ 0,60 pelo litro do leite. Se a situação persistir, eles admitem que pode haver descarte do produto.
Fonte: : Selectus 3074, 17/09/2008, Folha de Rondônia

Voltar

ABIQ Associação Brasileira das Industrias de Queijo

Praça Dom José Gaspar, Nº 30, 10º andar
01047-901 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348