Notícias

Acordo da CAMEX deve elevar a TEC

15, setembro, 2010

Os ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiram ontem propor ao Mercosul que torne definitiva a Tarifa Externa Comum (TEC) de 28% para 11 produtos lácteos

Os ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiram ontem propor ao Mercosul que torne definitiva a Tarifa Externa Comum (TEC) de 28% para 11 produtos lácteos - basicamente leite em pó e queijos. A sugestão partiu do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e contou com o apoio do Ministério da Agricultura. Em dezembro de 2009, o Grupo Mercado Comum (GMC) elevou de forma transitória a TEC desses produtos, que variava de 14% a 16% de acordo com o derivado do leite, para 28%. O porcentual só terá validade até 31 de dezembro de 2011 se não receber o aval dos demais países do bloco. O que o Brasil quer agora é que esse porcentual de tarifa seja permanente. O objetivo d a medida é o de ampliar a proteção ao setor frente à oferta de produtos que voltaram a ser subsidiados no mercado internacional.
Fonte: Selectus 3555, 15/09/2010,Agência Estado

Voltar

ABIQ Associação Brasileira das Industrias de Queijo

Praça Dom José Gaspar, Nº 30, 10º andar
01047-901 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348